Nosso Colorado Mordida de Cachorro Advogados Discutir a Defesa Contra Civis e Criminais Encargos

Nossa defesa criminal mordida de cachorro advogados de são experientes na defesa contra os estaduais e municipais e alegações

Coloradans amam seus cães; para muitos, os cães são leais companheiros de aventura, amigos e amado membros da família. Infelizmente, às vezes esses amigos leais reagem a uma situação em que se sentem assustados ou ameaçados por morder uma pessoa ou outro cão. Portanto, é importante que os donos de cães do Colorado entendam a lei de mordidas de cão do nosso estado e como isso pode impactá-los no caso do seu animal de estimação ferir alguém.Também é importante que, no caso de o seu cão causar danos a uma pessoa, ou mesmo a outro cão ou a outro animal, marque uma consulta imediatamente com um advogado em Robinson & Henry’s Denver, Castle Rock ou Colorado Springs prática de defesa criminal. Entre em contato conosco em 303-688-0944 para solicitar uma consulta agora.

Colorado’s Revised Statute for Dog Bites

Colorado’s dog bite statute (C. R.S 13-21-124) é uma responsabilidade estrita da lei; para o Colorado, os proprietários do cão, isso significa que se o seu cão morde alguém você poderia ser responsabilizado, mesmo se você não estavam cientes de que seu cão era perigoso, agressivo, capaz de ofensa e mesmo se você tentou conter o cão.Nos termos deste estatuto, pode ser responsabilizado se::

  • seu cão morde alguém que estava legalmente em propriedade pública ou privada na época, e
  • se a mordida causa lesões corporais graves ou morte.

o estatuto define lesão corporal como, ” qualquer lesão física que resulta em equimoses graves, lágrimas musculares ou lacerações na pele que requerem tratamento médico profissional ou qualquer lesão física que requer cirurgia corretiva ou cosmética.”

uma lesão corporal grave é definida como, ” uma lesão que envolve um risco substancial de morte, desfiguração permanente grave, perda ou dano de uma função corporal ou órgão ou uma ruptura, fratura ou queimadura de segundo ou terceiro grau.”

o que faz e não abrange:

  • este estatuto abrange apenas mordidas de cão; não se aplica se o seu cão saltou em cima de alguém e derrubou-os, mas não mordeu ninguém.Abrange estritamente apenas as lesões físicas abrangidas pela definição de lesões corporais e lesões corporais graves. A angústia Mental ou emocional não seria coberta, por exemplo, a menos que a angústia resultasse diretamente de uma lesão física.Cães de trabalho, como cães de polícia ou militares no desempenho das suas funções de oficial de polícia ou de pessoal militar; também estão isentos os cães que trabalham como um cão de caça, pastagem, fazenda, rancho ou predador controle na propriedade do proprietário ou sob o controle do proprietário.Não abrange pessoas que se encontrem ilegalmente em propriedade pública ou privada.Não impede que outros processos sejam intentados por negligência.

potenciais consequências para os proprietários de cães

se o seu cão mordeu alguém, e a mordida resultou em uma lesão grave, então a pessoa que o seu cão mordeu pode apresentar um processo contra você, o que pode resultar em você ter que pagar uma soma significativa ou eutanásia para o seu companheiro. Você também pode enfrentar acusações criminais do Estado do Colorado por possuir um cão perigoso.Se o seu cão mordeu alguém e está a ser processado ou acusado de crime, é importante falar com um advogado o mais rapidamente possível para se proteger a si e ao seu cão. A equipa de defesa criminal de Henry pode ajudar. Contacte-nos para solicitar uma consulta.O Colorado tem a regra de uma mordida, que é uma regra de lei comum que se torna relevante quando um estado não tem um estatuto de mordida de cão ou nos casos em que o estatuto do Estado não se aplica. A regra de uma mordida permite que um dono de cão para assumir que seu / seu cão não é perigoso até que o cão exibe comportamento que prova o contrário.Dito isto, o estatuto revisto do Colorado para mordidas de cão (C. R. S. 13-21-124) significa que a regra de uma mordida já não se aplica em todos os casos. Se uma mordida de cão causa danos corporais graves, um proprietário de cão poderia ser responsável, independentemente de saber se ele/ela sabia que o cão era perigoso.Enquanto a regra é casualmente referida como a regra de uma mordida, isso não significa necessariamente que um cão recebe uma mordida “livre”. Pelo contrário, há uma variedade de comportamentos – além de morder – que deve colocar um dono de cão em aviso de que seu cão é perigoso e tem o potencial de prejudicar alguém.

É importante para o Colorado proprietários de cães estar ciente de que tipos de comportamentos poderiam ser identificados como perigosos, incluindo:

  • Cumplicidade, rosnando ou agarrar-se às pessoas que chegam perto do cão em público.
  • saltar sobre as pessoas. Se o cão é grande e tende a saltar sobre os hóspedes da casa, mesmo se o cão é amigável, você deve ser cauteloso e ciente de que o salto tem o potencial de causar lesão.Assusta as pessoas. Por exemplo, o cão frequentemente persegue corredores ou ciclistas, ou ladra ferozmente por trás de uma cerca em pedestres.
  • treino de combate. Se o cão foi treinado para lutar, um proprietário é geralmente assumido de ter sabido que o cão poderia ser perigoso.Os vizinhos queixam-se. Se os seus vizinhos, ou outros, se queixaram que o cão mordeu ou ameaçou alguém, você pode ser presumido ter sabido que o cão era perigoso.

Colorado Dog Bite Statute of Limitations

the statute of limitations for a dog bite (or other injury caused by a dog) in Colorado is two years. Isso significa que um indivíduo tem dois anos a partir da data em que a lesão ocorreu para apresentar um processo contra o proprietário do cão se ele/ela acredita que o proprietário é responsável pela lesão. Se a pessoa que foi mordida tentar apresentar uma ação judicial após o estatuto de limitações passou, o tribunal pode e provavelmente vai descartar o caso.

propriedade de um cão perigoso

definição de cão perigoso

Estátua de cão perigoso do Colorado (§ 18-9-204. 5),” Propriedade ilegal de um cão perigoso”, define um cão perigoso como um que cumpre um ou mais dos seguintes critérios:

  1. inflige lesões corporais ou graves, ou causa a morte de uma pessoa ou animal doméstico (ou seja, qualquer cão, gato ou outro animal mantido como animal de companhia ou gado doméstico).
  2. demonstra tendências que fariam com que uma pessoa razoável acreditasse que o cão pode infligir lesões corporais ou graves, ou causar a morte de uma pessoa ou animal doméstico.
  3. participa ou é treinado para combater animais.Nos termos deste Estatuto, um proprietário é ” qualquer pessoa, empresa, corporação ou organização que possua, possua, albergue, mantenha, tenha interesse financeiro ou de propriedade em ou tenha controle ou custódia de um animal.”

    este estatuto torna um crime possuir um cão perigoso.

    Colorado perigosos cães de raças

    Algumas cidades no estado do Colorado tem raça legislação específica, onde em raças específicas são consideradas perigosas e os moradores estão proibidos de comprá-los.

    as seguintes cidades do Colorado baniram as raças pit bull (American Pit Bull Terrier, American Staffordshire Terrier e Staffordshire Bull Terrier): Aurora, Castle Rock, Commerce City, Denver, Fort Lupton, Lone Tree, Louisville e a cidade de Simla.

    Penalidades por possuir um cão perigoso

    os donos de Cães considerado culpado de posse de um cão perigoso, cara de punição criminal, a gravidade depende da gravidade da lesão ou danos causados pelo cão, bem como o número de vezes que o proprietário tenha violado o Cão Perigoso Estatuto. Se o cão causa lesões corporais a uma pessoa, o proprietário poderia enfrentar penas de delito menor. Se o cão causar a morte de uma pessoa, o proprietário poderia enfrentar acusações de crime, com punição que varia de multas íngremes para o tempo de prisão.

    estas acusações variam de uma multa de US $50 a US $750 e/ou até seis meses de prisão pela primeira vez, lesões não agravadas, não graves, e vão até US $1.000 a US $100.000 e/ou um ano a três anos de prisão por lesões que causam a morte.

    a punição normalmente exige que o proprietário pague a restituição. No caso em que o cão prejudica uma pessoa, a restituição cobre despesas médicas fora do bolso, mais quaisquer despesas futuras antecipadas. Além disso, a vítima poderia apresentar um processo civil contra o proprietário para recuperar danos por dor e sofrimento.Se o cão ferir outro cão ou outro animal doméstico, a restituição cobrirá despesas médicas ou, no caso de o cão perigoso matar um animal doméstico, o custo de substituição ou o justo valor de mercado do animal.Do mesmo modo, se o cão perigoso destruir a propriedade, o proprietário provavelmente pagará a restituição pelo justo valor de mercado ou pelo valor de substituição da propriedade.Muitas apólices de seguro do proprietário da casa cobrirão lesões e danos de propriedade causados por cães, mesmo que o cão do proprietário da apólice esteja em falta, embora a maioria exclua raças perigosas.

    Colorado dog bite eutanásia

    além das penalidades listadas acima, o perigoso Estatuto do cão requer que o cão perigoso seja confiscado e colocado em um abrigo público de animais às custas do proprietário.

    O cão poderia, posteriormente, ser ordenada a ser sacrificados por um veterinário licenciado, se o proprietário se declarou culpado, foi condenado, ou entrou em um diferidos sentença ou do acordo de acusação diferido de uma acusação que resultou em:

    • lesões corporais Graves a uma pessoa;
    • a Morte de uma pessoa ou de um animal doméstico; ou
    • Uma segunda ou subsequente violação para o mesmo cão, causando lesão corporal de uma pessoa ou de morte um animal doméstico.

    o proprietário tem o direito de recorrer da decisão e o cão não será eutanasiado até que o direito de recurso seja esgotado ou a condenação seja apelada com sucesso.

    cão Perigoso responsabilidades do proprietário

    nos casos Em que o cão perigoso, não causa lesão corporal grave ou morte, e o cão não é confiscado, o proprietário é necessário tomar algumas precauções para tanto confinar o cão e registrá-lo com o estado. Estas precauções são:

    • o cão deve ser confinado num edifício ou recinto à prova de fugas.
    • o cão deve ter coleira quando está fora do recinto.O cão deve ser amordaçado quando estiver fora do recinto se o proprietário tiver sido condenado por violar a perigosa lei do cão mais de uma vez.O proprietário deve apresentar-se ao Gabinete de protecção dos animais se o cão escapar, morrer ou mudar de endereço.
    • o proprietário deve ter um microchip implantado no cão por um veterinário licenciado ou abrigo licenciado e o microchip deve ser comunicado ao Gabinete de protecção dos animais no prazo de 10 dias a contar da implantação, para que o cão possa ser permanentemente identificado. O dono do cão perigoso paga a taxa de licenciamento de $ 50 microchip.
    • o proprietário deve divulgar por escrito que o cão perigoso foi condenado a qualquer tratamento ou prestador de serviços, incluindo, mas não se limitando a, um profissional de saúde veterinária, um tratador de cães, uma pessoa do pessoal da agência humana, uma pessoa do pessoal da instalação de cuidados de animais de companhia, um profissional de tratamento de cães ou um treinador de cães.
    • o proprietário deve revelar a um novo potencial proprietário que o cão perigoso foi sujeito a uma condenação antes de uma transferência de propriedade.Se você foi acusado de posse de um cão perigoso e/ou se você está enfrentando acusações civis como resultado das ações do seu cão, é importante chamar Robinson & Henry imediatamente para agendar uma consulta com um advogado em nossa prática de defesa criminal. Dadas as apostas-multas íngremes, possível tempo de prisão ou até mesmo a vida do seu cão – é fundamental para contratar um advogado experiente, que será capaz de construir uma defesa com base em uma compreensão clara da lei e conhecimento de casos passados.Casos de mordidas de cão no Colorado são trazidos sob o estatuto de responsabilidade estrita do Colorado ou como uma alegação de negligência de lei comum. A estratégia de defesa de um dono de cão vai depender de que tipo de reivindicação o caso cai sob.

      em um caso de responsabilidade estrita, o foco será em provar que o proprietário do cão não é responsável. Tipicamente isso significa provar uma das seguintes circunstâncias estavam em jogo no momento do incidente:

      o cão:

      • estava trabalhando como um cão de caça, pastagem, fazenda, fazenda ou controle de predadores na propriedade do proprietário ou sob o controle do proprietário, ou
      • estava trabalhando como um cão policial ou militar.

      a pessoa ferida:

      • foi invasão,
      • foi o dono da propriedade e ignorado os avisos aviso de “proibido” ou “cuidado com o cão,”
      • conscientemente provocou o cão, ou
      • foi um veterinário de saúde do trabalhador, cão rastelo, humane society membro da equipe, adestrador de cães, dog trainer ou um cão mostrar juiz que estava realizando seus deveres no momento do incidente.

      In a negligence-based case, the defenses commonly used are “comparative negligence” and trespassing.

      a defesa por invasão de propriedade é usada quando a pessoa ferida estava na propriedade do proprietário do cão sem permissão e sem outra razão legítima para estar lá.

      se a pessoa ferida provocou o cão, então a defesa de negligência comparativa pode ser usado. O Colorado tem uma regra de falha comparativa modificada, que pode ser usada quando mais de um indivíduo é culpado por uma lesão. Sob esta regra, os danos podem ser reduzidos pela porcentagem de culpa atribuída à pessoa lesada, desde que essa porcentagem seja inferior a 50 por cento; se for superior a 50 por cento, então a pessoa lesada é incapaz de coletar danos.Ligue para 303-688-0944 para pedir uma consulta com um dos nossos advogados de defesa criminal de Denver, Castle Rock ou Colorado Springs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.